Sagitário, O signo .


Previsões para 2012
[ segundo a Maya ]

CARTA DE INFLUÊNCIA – XIX O SOL

2012 é um ano muito intenso e radioso para sagitário. Sagitário inicia o ano de forma equilibrada e com todas as situações sob o seu controle e vai evoluindo em crescendo sempre de forma favorável. De forma alguma deve dar ouvidos a correntes pessimistas.

AMOR – Este é sem dúvida um ano de paixão. Sagitário conseguirá viver os afectos com intensidade quer melhorando um envolvimento quer pondo cobro a situações menos positivas; o certo é que Sagitário conseguirá dominar as situações afectivas. Estes nativos estarão inspirados e capazes de entender o que lhes é mais conveniente e saberão afastar-se ou aproximar-se nos tempos certos.

PROFISSÃO E DINHEIRO – Conseguirá alcançar resultados sólidos e meritórios que levarão a boas críticas e aplausos. É tempo de manutenção e continuidade não sendo de perspectivar ou equacionar mudanças.
Sagitário terá dificuldades em lidar com questões económicas sobretudo pelo acréscimo de volume de negócios; deve racionalizar toda a gestão da vida económica porque surpresas de sentido positivo
não são esperadas. O sector económico será o mais delicado para Sagitário que estará ainda sujeito a encargos inesperados . Transacções imobiliárias terão de ser muito bem equacionadas.


SAÚDE E BEM ESTAR – A saúde será fonte de pequenas preocupações ; inesperadamente podem ocorrer problemas musculares , ósseos ou de funcionamento interno que não serão de solução imediata ou fácil. Face a qualquer sintoma de doença deve de imediato procurar apoio clínico. O stress marca o ano de Sagitário.

MESES MAIS FAVORÁVEIS: Maio, Agosto, Novembro, Dezembro

Nunca fui muito de ligar a estas coisas... mas o que é certo é que, em outras semanas, já bateram certo... Se o que aqui está é verdade, espera-se um ano bom. Se não for, olha... há que fazer para que seja de qualquer forma =)

PDA .

Faltam poucos dias para a grande noite de final de ano. A lista já está feita há alguns dias. Amanhã serão feitas as compras. Vai ser no sítio do costumo, com as pessoas do costume, com os jogos do costume e outro novo mas, espero, que haja mais animação do que a do costume. Os meus votos para 2012 vão ser muito semelhantes aos que pedi para este ano: saúde, amor, sorte e algum dinheiro, que também é preciso para o ano difícil que aí se avizinha. Do que desejo para mim desejo o mesmo para todos vocês. Boas entradas e sejam felizes :)

a vantagem de medir 1,50m e poucos .

Espero entrar no novo ano com mais 13 cm 
(vamos ver se aguento pelo menos até à meia-noite).

Merry Christmas .



Um grande e Feliz Natal para todos!

e foi assim .


Deve ter sido o aniversário que passou mais depressa. Recebi algumas mensagens no telemóvel, outras no Fb, telefonemas, ao vivo... Comecei muito bem este dia, os primeiros "Parabéns" foram dados de forma incomparável e única. Deu para ir às lágrimas. Impossível esquecer. Fui jantar fora com algumas das pessoas especiais e fomos jogar um bocadinho ao Casino [diga-se que não tive grande sorte, mas no final nem perdi nem ganhei, menos mal]. Foi um dia simples mas ao mesmo tempo bom. Foi o meu dia que já passou e para o ano há mais!

duas décadas .


Hoje é o meu aniversário, começa o Inverno e é o último dia de Sagitário. Espero que este dia seja muito melhor que o do ano passado. Que os meus vinte anos sejam o ponto de partida para mudar muitas coisas e ganhar outras, na minha vida. Gostava que este dia fosse marcado por algo que, neste momento, me faz tanta falta e que é melhor que uma montanha de presentes caros. Espera-se um dia normal. A noite vai ser na companhia de algumas das minhas pessoas especiais.
E pronto, para o ano espero cá estar para os casar.

Não é tentar bater recorde, apenas tentar ser uma pessoa melhor, cada dia mais um bocadinho.
Tenho me esforçado, também por nós.

chegaram, as merecidas e esperadas... Férias .


Estou de férias desde as nove e meia da manhã. Fechei hoje o semestre com uma frequência. Aulas agora só dia 13 de Fevereiro. Mas terei que ir em Janeiro à faculdade fazer duas frequências que ficaram marcadas para a época de exames e, espero eu de que, não deixar nenhuma cadeira para a época de exames [assim só teria que lá ir duas vezes e já para o fim do mês]. Bem, até lá só quero pensar em aproveitar bem estas férias, de todas as maneiras possíveis. E, só depois disso, organizar as coisas do primeiro semestre e estudar.

Mas bem divertidas... que só nós sabemos :)

mais que um clássico .

Mufasa: Simba, deixa-me contar-te uma coisa que um dia o meu pai me contou. Olha para as estrelas, os grandes reis do passado olham para nós lá de cima.
Simba: A sério?
Mufasa: Sim, e sempre que te sentires sozinho lembra-te que eles estarão lá sempre para te guiar.. tal como eu.

Balanço de Vida .


O primeiro semestre está quase a acabar e o balanço que posso fazer, desta minha nova etapa de vida, nem é muito bom nem muito mau. As amizades que pensava que iam num caminho para se tornarem fortes, andam a meio gás. Não sei se é por não participar tanto nas saídas com elas, nas jantaradas que fazem mais do que uma vez por semana, por não pensar tanto como elas... sinceramente ainda não descobri o motivo para tal afastamento nos últimos tempos. Por outro lado, tenho vindo a dar-me com mais pessoas da turma. O facto de fazermos muitos trabalhos em grupo nas aulas e de essas minhas duas amigas não terem ido muito às aulas, faz com que me junte noutros grupos e conheça melhor as outras pessoas. 

Em relação à minha vida pessoal posso dizer que é um caminho que se está a fazer a passos lentos e onde se encontram algumas pedras. Não tenho motivos nenhuns para pular de alegria, muito sinceramente. Nesta altura não queria estar no momento que ainda estou. Custa dizer isto, mas é a verdade. Sempre tracei objectivos para certas alturas da vida...e se for a ver bem, só ainda cumpri dois. Tudo bem que ainda tenho um longo caminho pela frente, mas exigi mais, não estou a conseguir realizar e tenho vindo a desiludir-me por causa disso. Hoje deu-me para fazer um balanço de vida. Às vezes sabe bem e é preciso. Arrumar ideias e mudar estratégias. O pior é que, por mais que tente arrumá-las, faço pior e fico ainda mais baralhada. Pode ser que o espírito natalício [que tem sido pouco ou nenhum] me ilumine e me ajude a fazer as coisas pelo melhor... mas a fé, tenho-a perdido a conta-gotas. O Amor é um assunto um tanto complicado, muito mais o é quando vamos por caminhos um tanto difíceis.

HB Pai .


O pai faz anos. E hoje é dia de jantarada para comemorar o seu 50º aniversário. Estás a ficar mesmo cota pai... ainda à bocado me vinhas a dizer, no caminho para casa, que o tempo passa mesmo a voar e que te lembras muito bem dos teus vinte anos...que já lá vão há 30 anos atrás paizinho...=) O sagitário domina aqui em casa...agora só falto eu para fechar o ano de 2011!

Quando queremos muito uma coisa lutamos contra tudo e contra todos, damos e fazemos tudo por tudo para a conseguir, não desistimos. Não tenho desistido, apesar de muitas vezes fracassar e achar que não tenho forças para mais.
Nunca interferi em nenhuma relação de nenhuma amiga. Quando as pessoas atingem uma certa idade têm obrigação de seguir o seu caminho... dou opiniões, mas apenas isso. Opiniões toda a gente as tem. E já me deram muitas. Oiço-as sim. Reflicto também. Mas chegou a altura de seguir o que o coração e a razão me dizem. Quando se começa uma relação nunca há certezas de nada, como é óbvio. Hoje está tudo bem, mas amanhã pode não estar. É claro que quando se pensa em dar um passo assim tão importante não se pensa no lado mau. Uma pessoa não se está a casar e não pensa logo "se isto correr mal olha, divorcia-mo-nos". O mesmo se passa com os namoros. Só o desenrolar da história, a compreensão de ambos os lados, o respeito e, principalmente o Amor, fazem com que uma história perdure e dure por tempo indefinido. Tal como todas as raparigas e rapazes que gostam de alguém, também eu quero viver uma bonita história de Amor. Com tudo a que tenho direito. Será amanhã ou depois? Isso não sei. Mas como já o outro dizia: "O que está guardado para ti, a ti pertence".

miminho dos pais antecipado .

Pull and Bear

Como já não falta tudo para o dia 21 deste mês e como estava mesmo a precisar... foi a prenda antecipada dos meus pais =)

Há palavras que digo em momentos tão fugazes que nem me apercebo que magoam a pessoa que me é tão especial. Outrora fui uma rapariga muito segura de si, do que fazia, da maneira que fazia... e acreditava mais nos outros e raramente via o lado mau das coisas. Hoje em dia, devido a alguns episódios que já me aconteceram, sei que fiquei uma rapariga insegura [basicamente em quase tudo], desconfiada, pessimista, um bocado amarga...
Juro que às vezes nem me reconheço. Só quando passo o limite das coisas é que alguém me dá o clique de que estou errada, de que estou a exagerar...
Mas para além disto tudo, sei que estou sempre a tempo de mudar a minha maneira de ser. Até porque ainda tenho uma vida pela frente e como alguém, que está tão longe daqui, me diz tantas vezes "Acredito muito em ti, muito mesmo...sempre!". É nestas palavras que tenho que agarrar e tentar ser mais tolerante e pensar muito mais, antes de falar/fazer.  
Estou numa fase da vida que quero muito viver... quase nos vinte anos e a querer construir uma história, fazer planos, sonhar, ter autonomia suficiente para conseguir chegar ao meu destino. Enfrentar o longo e duro caminho que vou ter pela frente. Só me falta mesmo a melhor maneira de contornar certos obstáculos que, por vezes, me deixam mal e, principalmente, à outra pessoa.

como chantagear uma criança em tempo de Natal .


Ontem, numa superfície comercial, apercebi-me de uma situação muito típica entre os pais e os filhos [e ainda mais típica nesta altura do ano].

Pai: Vá, come lá a banana!
Filho: [já a choramingar, sem lágrimas -.-] nãoooooo.... não quero!
Pai: Se não a comes ligo já para o Pai Natal para não trazer prendas![e tira o telemóvel do bolso]
Filho: [já aos berros, histérico de todo] NÃOOOOOO....Páraaaaa!!
Pai: Então come lá a bananinha vá filho... 
Filho: Pronto... tá bem... mas só um bocadinho.

...

E pronto, é assim que se manipula as criancinhas... é falar-lhes em Pai Natal que depressa cedem aos pedidos dos adultos.

um dos meus poemas preferidos .


Um pouco mais de nós

Podes dar uma centelha de lua,
um colar de pétalas breves
ou um farrapo de nuvem;
podes dar mais uma asa
a quem tem sede de voar
ou apenas o tesouro sem preço
do teu tempo em qualquer lugar;
podes dar o que és e o que sentes
sem que te perguntem
nome, sexo ou endereço;
podes dar em suma, com emoção,
tudo aquilo que, em silêncio,
te segreda o coração;
podes dar a rima sem rima
de uma música só tua
a quem sofre a miséria dos dias
na noite sem tecto de uma rua;
podes juntar o diamante da dádiva
ao húmus de uma crença forte e antiga,
sob a forma de poema ou de cantiga;
podes ser o livro, o sonho, o ponteiro
do relógio da vida sem atraso,
e sendo tudo isso serás ainda mais,
anónimo, pleno e livre,
nau sempre aparelhada para deixar o cais,
porque o que conta, vendo bem,
é dar sempre um pouco mais,
sem factura, sem fama, sem horário,
que a máxima recompensa de quem dá
é o júbilo de um gesto voluntário.

E, afinal, tudo isso quanto vale?
Vale o nada que é tudo
sempre que damos de nós
o que, sendo acto amor, ganha voz
e se torna eterno por ser único e total.

José Jorge Letria

Olá Dezembro!

ai ai ai que eu quero fugir daquiiiiiiiiiiiii .


Trabalhos, trabalhos e mais trabalhos e mais frequências e coisas chatas... dêem um bocadinho de tréguas sim?


Vá mas nem tudo é mau... amanhã será um dia cheio mas o final será recompensador =).

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o espanto.

 De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a última chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento imóvel fez-se o drama.


 De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.

HB Mãe .


A mãe faz anos. E hoje é dia de surpresa. Eu, a minha irmã e o meu cunhado vamos daqui a umas horas para L. surpreender a minha mãe. Tudo engendrado com o meu pai. O bolo e a champanhe já estão comprados. Já lhe liguei hoje a dar os Parabéns e agi como só se a visse no Sábado. Estou deserta para ver a reacção dela :D!

choose love .


O que torna um momento especial é, simplesmente, a tua companhia. Apesar de esta semana ser bastante cheia, com outros afazeres e coisas também elas importantes, há sempre tempo para o coração. O teu.

do fim-de-semana passado .


Foi um serão muito bem passado. Acho que só quem assistiu é que pode confirmar isso. Desde a maneira como foi decorrendo o concurso, a apresentação, aos sketches que iam passando na tela [todos eles fantásticos e de uma originalidade imensa], à interacção público-tunas... muito giro mesmo. Aqui fica um cheirinho, já do fim da noite. 

Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra apresenta:

video

nem sei que nome dar a este post, muito sinceramente .


Hoje, no fim da aula de História da Educação, fomos surpreendidos por quatro doutoras que não nos deixavam sair do Pólo, sem que antes lhes respondêssemos se íamos ou não à praxe de hoje. Alegaram que as praxes, podiam ou não, ser convocadas. Até aqui tudo bem. Eu e mais uns quantos [a maioria dos que estavam na aula], como não adivinhávamos que ia haver praxe hoje, já tínhamos outras coisas combinadas e, como é óbvio, dissemos que não podíamos ir. Questionário atrás de questionário, onde íamos, fazer o quê... etc etc... Ficaram histéricas porque estavam ali e não tinham ido à aula por causa de não irmos embora, para escapar à praxe [não lhes pedi nada, fossem à aulinha delas que é bem mais importante que uma praxe]. Começaram a duvidar dos nossos argumentos e a ameaçar que para a próxima seria bem pior [isto é praxe? Que eu saiba, praxe é inturmar e não 'meter medo' aos caloiros]. E mais, eu não sei muito bem o código de praxe, mas já ouvi outras pessoas que por lá já passaram ou que ainda lá andam, e todas dizem que não se pode trajar estando maquilhada (exageradamente cheias de base, risco preto nos olhos e unhas pintadas sem ser de transparente). Pois que bem, uma doutora que estava lá armada aos cucos e a levantar-nos a voz de maneira esganiçada, estava carregadinha de base e com risco nos olhos. E pelos vistos anda sempre assim. Se não sabem o código de praxe como têm autoridade para nos falarem da maneira que falaram? Enfim... Parece que Terça-feira [segundo a minha madrinha, que é de último ano, elas vão nos apanhar de surpresa (que para mim já não o é), mas como ela vai lá estar no mesmo dia, as outras vão ter que baixar a bolinha..como te adoro madrinha :)]. Conclusão das conclusões: Uma rapariga do meu ano, que foi à praxe, publicou no Facebook a dizer que agradecia a todos aqueles que não foram hoje à praxe e que segunda, ela e mais os outros onze que foram, vão falar com aqueles que não compareceram. Segunda o circo vai começar... não percam o próximo episódio porque eu também não... ahahaha.

ser gestora pessoal é dose .


Agora que tenho mesada é que vejo o quanto é difícil resistir a tantas coisas bonitas, para poupar o dinheirinho até ao final do mês. Posso dizer que o único dinheiro que gasto é para senhas de autocarro e alimentação. Mas é inevitável, levanto 10 euros, por exemplo, e num instante se evaporam... Já não comprava uma coisa para uso pessoal há muito tempo. Foi hoje. Vi, experimentei, gostei, paguei e levei! Agora até ao fim do mês já não há mais nada. Ah e ontem também fiz um gasto extra, mas não foi nada supérfluo [porque cultura também é precisa]: Sábado é noite de III Cantar de Estudante, no Gil Vicente.

unknown .


"Sendo tu um rapaz modesto, como ainda não tens namorada?"

I don't know...

esta noite não queria mesmo nada acordar .


Tive um sonho tão, mas tão tão bom... Parecia tão real! Se não soubesse que tinha sido um sonho achava que tinha acontecido mesmo. Mas como a esperança é a última a morrer, ainda espero que este sonho, que tive nesta noite, se torne mesmo real. Aiiii :) Nem o mau tempo hoje me incomoda!

... e tem me deixado sempre com o coração a sorrir .


... mesmo as poucas vezes que dão para estarmos juntos .

a primeiríssima .


Fiz hoje a minha primeira frequência. Nem sei como correu, foi um bocadinho esquisita [entenda-se que teve perguntas de resposta curtíssima, V e F que até eram acessíveis, e só uma extensa que também não era por aí além...]. Mas pronto, nunca se sabe como são os critérios de correcção... Veremos o que sai dali. Agora é começar a estudar para a próxima, que é daqui a 3 semanas e a matéria é coisa pouca cof cof. Por causa de ter tido hoje a frequência, o tema de conversa, durante a viagem de comboio, foi sobre os métodos que usamos [o meu e o das duas pessoas que vinham comigo] para estudar. Eu continuo a adoptar o método que já vem da escola básica: os resumos feitos à mão, com tópicos e esquemas. Ainda hoje no meio da frequência, só me consegui lembrar duma coisa ao visualizar na minha cabeça o esquema que tinha feito. E se dantes os resumos me davam um jeitão, e tinha poucas disciplinas de ler/decorar/perceber, agora são imprescindíveis! 

Ontem não fui à aula porque tive exame de condução. E como foi o aniversário da Faculdade, não ia para lá fazer nada, uma vez que não ia ter a única aula do dia. Hoje também não fui à aula. O meu meio de transporte fez greve e ir de carro, para lá, é uma missão impossível... só se saísse de casa às 6 da manhã para conseguir chegar a tempo! Conclusão: o segundo dia com carta e já fui à costureira e às compras com a minha avó. Agora estou num momento de pausa do estudo para a frequência de Quinta-Feira e a ver chover. Esperemos que os senhores da CP, amanhã, arranjem um comboiozito de maneira que não tenha que ir nem muito cedo nem muito tarde para as aulas. Não convinha muito perder mais um dia!

Hello sunshine .


Custou um pouco a adormecer. Mas o comprimido fez o efeito devido. Acordei ao som de "Someone Like You" da Adele. Deixei tocar até ao fim. Levantei-me e tomei um banho bem quente. Pensei para comigo: É hoje e tenho que conseguir! Tomei o pequeno-almoço e saí de casa nas calmas. Cheguei ao centro de exames e fui a primeira a fazer exame de condução. Passei. Saiu-me um peso de cima. Que felicidade! No final do exame do outro rapaz, o examinador diz: Parabéns! Estão aprovados!... Aí confirmei o que já era óbvio. Durante o caminho para a escola, as recomendações da nossa instrutora foram mais que muitas. A primeira pessoa que avisei que tinha passado foi a ele. Gostava que tivesse sido de outra maneira... mas pronto... Agora sim, falta-me só uma coisa, para ser um bocadinho mais feliz.

Estado de Latência .


Não acredito na perfeição. Acredito sim que possa haver qualquer coisa/alguém que a roce. Mas apenas isso. 
Hoje, durante uma conversa, senti "ciúme" da felicidade de alguém. No bom sentido, claro. Foi querer também chegar a uma decisão, foi ver que se há pessoas que conseguem estruturar as suas vidas, porque é que nós também não conseguimos? Particularmente hoje, sinto-me mais pequena que uma ervilha. Amanhã necessitarei de muita força e boa disposição principalmente. Mas vejo isto tão negro deste lado que até tenho medo de acordar. É caso para dizer que me sinto como um ser vivo em estado de latência. Amanhã pode ser que as condições do meio me ponham de novo em actividade.

aonde é que eu já vi isto ? :)


Hoje vi uma cena que me fez voltar uns treze anos atrás. Foi um
déjà vu. Aqui no colégio em frente a minha casa, vi um casal de avós irem buscar os dois netos à escola e, um dos netos, falava com tanto entusiasmo do que tinha feito durante o dia, que as palavras se atropelavam umas nas outras, num só fôlego. Lembrou-me os tempos em que a minha avó, que veio viver para minha casa no início do Jardim Escola, me ia levar e buscar todos os dias. Passados uns anos, ela e o meu avô, os dois maternos, iam ver tudo o que era festa da escola. Como os meus pais trabalhavam até tarde, eram eles que na altura do Natal e Final de Ano, iam assistir às festas. Apesar de não viver permanentemente esses anos com eles, estavam sempre lá quando era preciso. Mesmo agora que estou mais perto deles, estão sempre prontos a ajudar no que for preciso: a mim, à minha irmã e aos meus pais. A eles lhes devo grande parte de quem sou e daquilo que tenho. E no dia que os perder de vez, vai com eles grande parte de mim.

Latada 2011 .

Já no fim do batismo =)
A começar pelo vestir do fato feito pelas madrinhas de olhos vendados para a surpresa ser maior. A bela da pintura na cara que só à terceira é que foi. Ver cada figurinha que os outros também iam fazendo. Roer não sei quantos nabos [até ficar com o aparelho de contenção cheio de nabo agarrado]. Não sei quantas fotografias [entre muitas uma com a mana]. Montes de rebuçados no penico e duas moedas de 1 euro no final. 4 penicadas de água no batismo. Um Big Mac ao jantar. Concerto do Quim. Desespero de querer ir para uma cama e para um sitio quente e, em pleno recinto, a boa acção da noite. Conclusão: 5 e tal da manhã e as 4 personagens apanharam um táxi até casa. Assim foi a festa das latas em Coimbra. =)

"Deixem passar a malta de Educação, são Caloiros e Doutores com o Pi no coração"

" Mesmo que não te lembres... Começa aqui! "


A próxima semana:

- Cortejo da Latada, com respectivo baptismo;
- Jantar com madrinhas e afilhadas;
- Concerto do grande Quim Barreiros;
- Concerto do Cid, na companhia da special person :)

ai que a saudade bateu um bocadinho .


Hoje vim mais a Sul, à cidade onde cresci. Digo onde cresci porque, apesar de não ser natural de cá, foi aqui que passei 17 anos da minha vida. A cidade em si não me diz muito, mas daqui tenho grandes recordações. Mal abri a porta do meu apartamento, senti logo o cheiro característico de minha casa. Que saudades! Entrei no meu quarto e viu-o um pouco modificado, devido às mudanças dos últimos meses, mas tem o mesmo cheiro, a mesma luminosidade, as mesmas fotografias... tudo tudo. Estar fora um tempo,voltar e recordar, faz bem! Uma vez que aqui estou vou aproveitar para levar algumas coisas que me faltam do lado de lá. E matar saudades da Tv Cabo, que ainda não tenho na outra casa, e do meu colchão super fofinho [mais que o outro]. Ah, e lembrar o toque aqui do colégio em frente [isto de não haver toques agora no Ensino Superior é um bocado esquisito :p].
Amanhã já vou para cima.

tenho a sensação que às vezes me multiplico .



Fazer e pensar tudo ao mesmo tempo. Ai que isto de crescer dá cá uma trabalheira...


Obrigado pelo teu apoio e compreensão :)*

welcome to the jungle .


Bem que me avisaram que na Universidade ainda era mais o "salve-se quem puder". Hoje, pela primeira e espero que última, tive a prova viva disso. Enfim... o que vale é que se leva tudo numa boa... até ao dia! :)

Um dia vou entender certas coisas [hoje ainda não é o dia] .


Não, não é implicância. É tentar entender o porquê de certas atitudes que se têm. Quando já se sabe que são desnecessárias e que em vez de ajudar fazem totalmente o oposto [e falo por mim]. Ignorar não resulta, ou melhor, não consigo. Assim como não consigo fazer muitas mais coisas que acho que só prejudicam a situação. Eu, mudar? Sim, não sou uma pessoa perfeita e reconheço que o meu feitio não é a melhor coisa que tenho. Mas também não depende só de mim...

"Se ainda não te molhaste de chuva hoje, ou se te tens escondido dos raios do pouco Sol que ainda te procura, tenta pelo menos fazer brotar um sorriso de "algo" ou alguém, acreditando sempre que é possível mesmo quando nada parece favorável a essa ocorrência... Não deixes a tristeza continuar a apoderar-se da bonita essência que és... A vida não é fácil, mas ainda pode piorar se nada fizeres para tentar dar a volta por cima... Vai à rua e grita, chora, suja-te... O que quer que seja que te faça sentir bem, nem que seja momentaneamente..."

conversas de café .


Na passada quarta-feira não tive a aula da parte da manhã. Depois de tanto custo a levantar da cama e a sair de casa tão cedo para apanhar o comboio, chego à faculdade e não havia aula. Fui mais duas amigas para um café passar um bocado de tempo, até à hora de almoço. Falou-se de muita coisa da vida de cada uma até que surge o tema Casamento [por eu ter comentado que tinha visto um vestido numa montra que me chamou a atenção]. A C. disse que não era aquilo que mais queria, mas se se casasse seria a fazer o que mais gosta - mergulho. Teria era que arranjar um padre que soubesse mergulhar. A A. se se casasse, seria numa praia, de chinelos e túnica. E depois ia à vidinha dela mais o seu mais-que-tudo e o resto dos convidados iam comer para casa. Entre as três, sou a única que sonho em casar da forma mais comum.

coisas do coraçãozinho .


A cada dia que passa comprovo o que sinto por ti. Não é por ir por aqui ou por ali, não é por conhecer este(a) ou aquele(a), não é por me dizerem isto ou aquilo... O que eu sei, e que cada vez mais tenho a certeza, é que gosto mais de ti do que no primeiro dia. E que dois anos estão prestes a ser feitos...:)

Festa das Latas e Imposicão das Insígnias .


Está quase. Quanto ao cartaz, muito pobrezinho... mas também com a crise em que estamos era de esperar... Só devo ir no dia 27 [há jantar e serenata], no dia 1 [o cortejo da latada] e no dia 2, porque gosto de José Cid. Quanto aos preços, ainda não se sabe de nada... Mas de certeza que a minha presença na latada irá depender disso.

Sunday afternoon .


Vai ser passada deitada na cama a ver um filme sugerido pela professora de História da Educação,
"Tróia", organizar apontamentos, recarregar baterias para semana que se aproxima e fazer uma quiche de frango. Ah, e como a mulher consegue fazer várias coisas ao mesmo tempo, há sempre tempo para a troca de mensagens queridas à special person : ) Há sempre tempo para tudo.

sejam bem-vindos de novo .


Depois de quase quatro meses de "férias", os fins-de-semana voltaram a ter o seu verdadeiro sabor. Este ano lectivo vão começar sempre às quintas-feiras, ao meio dia! Quando os dias começarem a ficar mais frios vão-me saber que nem ginjas! Não é que agora já não saibam... :)

A tal praxe nocturna ficou sem efeito. Será noutro dia. Hoje fui à minha primeira praxe. Cantámos, dançámos, corremos, fizemos mil e uma figuras tristes, jogámos e felizmente, estivemos muito pouco tempo de quatro. Ah e já tenho madrinhas de curso.

" ... passou passou passou passou passou à frente, EDUCAÇÃO enrraba toda a gente...TODA A GENTE! "

amizades recentes .


Foi o segundo dia que fui à faculdade. A minha turma é enorme, muita gente mesmo. Até espanhóis e ingleses tem. Cada dia que vou à aula encontro sempre pessoas novas. Como é de crer, quando há um grupo super grande de pessoas, é difícil conviver com todas. Umas por darem a impressão de superioridade, outras porque já têm o seu grupinho formado... Tenho andado sempre com duas colegas que, pelo que tenho visto, são super simples, com a cabeça no lugar e identificam-se com a minha maneira de ser e pensar. Ontem acolhemos para o nosso grupinho uma rapariga que também veio da segunda fase, mas que só começou a ir às aulas ontem. A rapariga estava mesmo sozinha ali. Foi preciso formar grupos para um trabalho e ela estava completamente à deriva. E pronto, já faz parte do nosso grupo de trabalho e espero que de amigas também. Há muito pessoal do Norte. Sinceramente, acho que são os mais simpáticos e acolhedores. Amanhã há praxe. Lá tenho que ir de pijama e almofada a tira colo. Vai ser a primeira. Só espero não passar muito tempo de quatro porque amanhã é o dia que entro de manhã e só saio à noite.

amizade verdadeira .


Pode ser que um dia deixemos de nos falar...

Mas, enquanto houver amizade,
Faremos as pazes de novo.

Pode ser que um dia o tempo passe...

Mas, se a amizade permanecer,
Um de outro se há-de lembrar.

Pode ser que um dia nos afastemos...

Mas, se formos amigos de verdade,
A amizade nos reaproximará.

Pode ser que um dia não mais existamos...

Mas, se ainda sobrar amizade,
Nasceremos de novo, um para o outro.

Pode ser que um dia tudo acabe...

Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente.
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.

Albert Einstein

Porque apesar deste novo caminho, não me esqueço de quem me acompanhou desde o início.

" ainda se vão lembar dos conselhos desta vossa professora chata "


A minha antiga professora de Biologia do 12ºano sempre foi muito exigente com a turma. Ela também dava Área de Projecto e, como em Biologia, era igualmente exigente. Era do género de professora que só a disciplina dela é que era a mais importante, a que requeria mais estudo e empenho e, consequentemente, um 14 nos testes era uma nota razoável. Se ela pudesse fazer a escala, faria-a de modo que o Bom/Satisfaz-bem/ou o que lhe queiram chamar, começasse no 15/16. Chegou ao ponto de uma vez dizer à turma que Biologia, ao lado do Português [disciplina com exame final], era muito mais importante. Que Português era decorar! Nunca vi testes tão grandes como os dela. Os 90 minutos não chegavam para os concluir. A Área de Projecto ela mandou fazer, nas primeiras aulas, uma "chuva de ideias", em que, partindo do tema que queríamos trabalhar, fazíamos uma espécie de rede com palavras relacionadas com o mesmo. Só ao fim da 6ª "chuva de ideias" é que a mulherzinha disse ao meu grupo que aquela estava bem feita. Saíamos das aulas com raiva dela, mas é que eram quase todas. Tínhamos logo tema de conversa para o resto do dia. Era uma professora que no início de cada aula de Biologia fazia perguntas sobre a matéria da aula anterior. Meia hora da aula era só para isso. Aquelas segundas-feiras começavam assim... um dia por si já crítico, e às oito e meia da manhã tínhamos logo um bombardeamento de perguntas. Tínhamos que levar com ela às segundas, terças e quartas. Era uma professora tão directa que uma vez, por ninguém conseguir responder a uma pergunta que ela tinha feito, disse-nos
" Se vocês são o futuro de amanhã, então eu prefiro morrer já hoje ". Ficou tudo calado, espantado... Logo de seguida ela reconfortava-nos e dizia que as próximas gerações seriam bem piores que nós. Que consolo! Bem, apesar destas adversidades todas, foi uma professora que sempre nos alertou para várias coisas do ensino superior. E uma delas aprendi nas aulas de AP. O saber dividir tarefas num grupo, seleccionar o mais importante, espírito de entreajuda... Ela bem falava que AP nos ia ajudar muito para o futuro... Acredito que hoje a "dora exploradora" [como era alcunhada por usar o cabelo como a personagem dora e por ser da área de Bio/Geo] tenha saudades do 12ºD e, que nas aulas dela, nos elogie de alguma forma, nem que seja só pela simpatia da turma.

o primeiro dia do resto da minha vida académica .


Podia começar a ir às aulas só para a semana, mas como já lá vai quase um mês de atraso, resolvi iniciar hoje. Foi a primeira vez que passei ao pé da minha faculdade. Idealizava-a noutro sitio, por acaso. A minha irmã foi me levar à porta do auditório. Os nervos eram alguns. Entrei, a aula já tinha iniciado, e perguntei se era ali a aula do 1ºano. Era um auditório cheio de gente a olhar-me. Subi apressadamente as escadas e sentei-me na última fila. Estava em História da Educação. Para mim é igual a chinês... ou pior! Já não tenho História desde o 9ºano, e o que dei hoje vai buscar alguma matéria de 12ºano. Adiante... conheci e já socializei com três raparigas. Praxada ainda não pude ser, uma vez que ainda não tenho matrícula feita. Mas a doutora dos talheres ao peito [foi como a descrevi à minha irmã e foi quando ela me explicou para que é que aquilo servia ], disse que para a semana seria a doer. O meu horário é muito soft, uma aula por dia. Já tenho frequências marcadas. De resto, só posso dizer que a primeira impressão que tenho, hoje, desta nova fase, é que vai requerer muito esforço e dedicação... pelo menos a História da Educação. LOL. 

Pura Felicidade .


Depois de muitos esforços, depois de muitos nervos, depois de muitas vezes querer desistir de tudo, depois de todos os pensamentos derrotistas... acabei o secundário e hoje recebi a bela notícia que entrei na Faculdade:
 Concluída a 2ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior, vimos informar que o resultado da tua candidatura foi o seguinte:
 
  Resultado: Colocada
  Instituição: [0507] Universidade de Coimbra - Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação
  Curso: [9026] Ciências da Educação 
 
 Só gostava de poder partilhar este momento com outras pessoas ... : )

aquilo que queria escrever há muito .


Não gosto de pessoas que se preocupam com que os outros pensam, e muito menos que deixem de fazer coisas, só pelo que os outros vão achar. Temos de ser verdadeiros com os outros, mas principalmente connosco próprios por isso, se me apetecer comer mil gelados, como. Se me apetecer ficar em casa, fico. Se me apetecer cantar no meio da rua, canto. Agora deixar de fazer coisas por pensar no que os outros vão pensar é que não, não sou de aparências, muito menos das falsas.
Já lá vai o tempo em que pensava primeiro no que os outros iam achar disto ou daquilo e muitas das vezes deixava de dizer/fazer certas coisas à conta disso. Não são os outros que vão ser felizes por nós, por isso...

apesar de tudo, sei reconhecer .


Não sou uma pessoa fácil. Admito. Sou um ser que gosta de planear e cumprir. Penso que quando o mais pequeno pormenor falha, falha tudo. Sou por vezes egoísta e incompreensiva. Sim. Não sou de esquecer as coisas muito facilmente. Mas tudo demora o seu tempo, não é? Mas do que tenho orgulho em mim, é saber reconhecer os meus erros. Pode parecer estúpido reconhecer que tenho este feitio e não o conseguir mudar por completo. Mas há coisas que estão nos nossos genes. Acredito que há sempre tempo para mudar, e ser uma pessoa melhor [sim, acredito mesmo]. Mas também reconheço que sozinha, só a pensar
Ah, vou mudar... vou ser melhor!... não consigo. Há muitos factores internos e externos também que implicam essa mudança. Mas vontade, tenho. E pronto, apeteceu-me falar de mim e de alguns dos meus defeitos. Vá, mas acho que não sou má pessoa... pelo menos nunca ninguém disse que o era :)

dos sonhos .


Hoje num programa daqueles da tarde, concretizaram o sonho de uma menina de doze anos, que vive no interior do País - andar de Comboio. Nem nunca tinha ido a uma estação de comboios. A família não tinha muitas possibilidades para realizar este seu sonho [é verdade, há coisas que parecem tão simples de realizar e afinal...]. Mostraram depois a reportagem da primeira viagem de comboio da menina: os olhos de felicidade, o espanto por o comboio ser um transporte tão grande e que leva tanta gente, a velocidade a que ia [era um alfa-pendular], as perguntas que ela ia fazendo ao maquinista... Realmente, ao ver estes pequenos sonhos, fica-se a pensar no que muitas das vezes sonhamos/queremos. Ao lado deste, os outros são tão pequeninos...
Fiquei a pensar nisto e, principalmente, na coragem da menina em ter assumido as suas dificuldades, não é muito habitual, hoje em dia, miúdos com a idade dela ou até mais velhos, assumirem que a família viva mais "apertada". Saiu do programa com um sonho realizado e com uma mochila do seu grande ídolo, Justin Bieber (lol).

que karma !


Lembram-se
disto? Pois bem, estragou-se novamente. Acho que é mesmo defeito do telemóvel! Já fui a uma vodafone e disseram-me que já não mo trocariam pelo mesmo modelo [e ainda bem]. O que vale é que eu vivo de garantias e ainda não gastei um tusto com nenhum telemóvel : ) Agora estou indecisa entre duas coisinhas lindas. Se me deixarem trocar por um que tenha que por o resto do valor, escolho este. Se só puder trocar por um do mesmo valor que o meu, escolherei este .

oh bendito gás natural .


Tudo me acontece! Estava eu no meu banho, a saborear a água quentinha a cair pelo corpo quando, mesmo com a água toda aberta do lado da parte quente, vinha morna e de repente ficou fria. Lá saí eu do banho, a tremelicar por todo o lado e com o amaciador ainda no cabelo, liguei novamente o esquentador [tinha-se desligado e eu pensava que tinha sido só isso]. O raio da máquina não ligava! Testei o fogão a ver se tinha gás. Nada. Peguei na lanterna e fui lá fora mudar a botija. Fiz a troca e voltei a tentar ligar o esquentador e o fogão. Nada. Nem sinal de chama! Liguei ao meu pai a perguntar se a maneira como tinha mudado a botija estava bem. Quando ele me diz " Ah, a outra botija também está vazia, esqueci-me de comprar...". E eu do lado de cá " Ah, está certo. Estou eu aqui geladinha, ainda com o amaciador por tirar e a água está gelada :s ". Lá fui eu para a banheira tentar tirar maior parte do amaciador. Foi de cortar a respiração! É o que dá ainda não haver Gás Natural por estes lados! Aiiii que maravilha estar no banho e não pensar que a água quente vai acabar... Realmente, foi uma grande invenção!

Goodbye Shelter ?


Acontece quase sempre quando não tenho nada para contar ou quando quero muito escrever algo mas depois não sai nada. Que é o que está a acontecer neste momento. Se calhar nem eu própria sei se o quero escrever. É verdade que já pensei muitas vezes em abandonar este espaço...

Autumn .



Também é uma das minhas estações do ano preferidas. Como a Primavera e o Verão, claro. Outubro é o mês em que, no meu caso, tudo pode acontecer. Vamos esperar ...

Que dia !


A secretaria da minha antiga escola é um atraso de vida. Aliás, as funcionárias da secretaria é que são um atraso de vida! Uma diz que é preto, a outra já diz que é branco e depois ainda há a outra do canto que diz que é verde! Fui pedir a senha para me candidatar e não é que aquela mulherzinha me disse num tom irónico e como se eu adivinhasse " Mas isso foi em Fevereiro querida, agora já não é nada connosco ". Claro, têm um site da escola não sei para quê, têm placares para afixarem avisos não sei para quê! Ainda por cima quando fui pedir a minha ficha ENES a estúpida da mesma mulher não me disse nada disso. Disse simplesmente que depois tinha que lá voltar no dia 19 de Setembro e pedir a senha ali... enfim!! Mandou me para o instituto politécnico que há ao lado da escola. Lá fui eu... Montes e montes de gente e eu, pensando que estava no sitio certo, aguardei um tempão! Até que acabei por dar a minha vez a uma rapariga porque tinha uma aula de condução, dez minutos depois. Voltei de tarde, depois de muitos números à minha frente, disseram-me que não era ali, mas sim no outro pólo do instituto. Fui lá e uma rapariga super simpática e com toda a paciência do mundo ajudou-me a tratar de tudo: candidatura enviada. Com o acumular de tudo, com o almoço comido à pressa, com o calor infernal que esteve hoje, e com a pilha de nervos com que ando nestes últimos dias, até tive direito a um lencinho da instrutora no final da aula de condução, tal não foi a emoção do dia.
Espera-se um dia melhor amanhã... espera-se!

Sound of Happiness .



Apesar de todos os "ses" e coisas que retardam a felicidade por completo, é só para dizer que me-és mais do que importante. E que cada vez estou mais certa do meu caminho. É amor sim.

morde e assopra .


Eu não sei, de onde vem
Essa força que me leva pra você
Eu só sei que faz bem
Mas confesso que no fundo eu duvidei
Tive medo, e em segredo
Guardei o sentimento e me sufoquei
Mas agora, é a hora
Eu vou gritar pra todo mundo de uma vez

Eu tô apaixonado
Eu tô contando tudo
E não tô nem ligando pro que vão dizer
Amar não é pecado
E se eu tiver errado
Que se dane o mundo
Eu só quero você


<3

Tem sido cada vez mais difícil esconder o misto de sentimentos que por aqui anda. Muito. E por isso a vontade de fazer certas coisas, dizer certas coisas, viver certas coisas, tem sido muita. Depois parece que em cada filme que vejo, cada situação que vejo, cada notícia que leio sobre alguém que perdeu a vida numa idade tão tenra e com tanto ainda para viver, me desperta ainda mais este desejo de mandar tudo à fava, mergulhar nesses olhos azuis e ser feliz contigo, como se fosse o último dia da minha vida...

'tou farta de férias e o resumo das mesmas .


Apesar de não ter tido umas férias maravilhosas, por só ter entrado nelas em Agosto e o tempo foi o que se viu, estou farta delas. O não ter nada para fazer dá cabo de mim. E ainda vou estar o resto do mês e o início do outro nesta monotonia. Oh God!
Estas férias foram super normais... pouca praia, muito cinema, nenhuma piscina, um passeio especial, noitadas só umas sete para aí, a minha primeira bebedeira com shots [nunca pensei que me pusessem num polivan e me dessem banho :s] e consequentemente a primeira ressaca. Agora só espero pelo dia da candidatura e depois pelo dia dos resultados. Que ansiedade!

Há coisas que não consigo conceber. Não entendo aquelas pessoas com duas caras ou chamadas também de
"pau de dois bicos". Para umas coisas é só amizades e risos e tudo de bom. Depois por trás é o oposto. Como diz uma certa pessoa: é com estes exemplos que podemos retirar uma boa lição. E eu acrescento, ... e que podemos confiar.

wedding .


Amanhã é o tal casamento. Já andei a ver a meteorologia e parece que não vai chover. Mas o sol não deve aparecer. Menos mal, o importante é que não chova mesmo. Este casamento não estava bem nos planos, ou melhor, nós aqui em casa é que não estávamos a contar de sermos convidados. Mas como o ano passado foi também destas andanças, as sandálias e a pochete vão ser as mesmas, como não poderia deixar de ser. São coisas que só se usam nestas ocasiões e há que poupar nalguma coisinha. O vestido também poderia ser um dos que usei nos casamentos do ano passado, mas como o tempo não está como devia estar nesta altura do ano, pedi um emprestado à minha melhor amiga. É o que faz vestirmos mais ou menos o mesmo. Vou de preto. Pela primeira vez vou assim para um casamento. Há quem diz que ir de preto para um casamento não é bom, mas sinceramente não acredito nada nessas coisas. Para além de que torna as pessoas mais elegantes. E um vestido preto é sempre um vestido preto. O melhor de tudo é que o casamento só começa as 15h. O que dá para levantar, ainda que cedo, para ir ao cabeleireiro, e poder-me arranjar nas calmas todas do mundo.

Parece que é oficial. O Verão está mesmo a dar as últimas, se é que já não as deu. Nunca fui tão poucas vezes à praia, durante estes anos todos. Mal dei uso ao meu bikini novo. Lembro-me do ano passado, por esta altura, ainda estar calor, mesmo de noite. Sábado vou ter um casamento. Só espero que a chuva dê tréguas. A pior coisa que posso sentir é os pés molhados estando calçada. E ainda por cima de pernas e costas ao léu.
S.Pedro, sê amigo, vá lá. :)

friends with benefits .


Foi o filme desta tarde. Houve momentos para tudo. Tanto ri até chorar, tanto deprimi como me emocionei. Foi interessante. Como cada filme transmite uma mensagem, a que eu consegui tirar deste foi que, a vida é muito curta e não devemos deixar nada por fazer nem adiar a oportunidade para sermos felizes com a nossa cara-metade.

nature .


Sábado à tarde, fechada em casa, tempo bom... nada combina com nada. Pois bem que resolvi tirar o pijama, atar o cabelo, calçar as sapatilhas e andar de bicicleta. Duas horinhas a pedalar por entre montes e carreiros, rio e campos. Só eu e a Natureza. Só eu e os meus pensamentos que me inquietam a alma. Podia ter tido outro tipo de programa (?), sim podia. Com alguém(?), quase de certeza que não. Mas estive bem por duas horas. E espero que pelas próximas também.

O orgulho está, de longe, de ser o meu defeito. Ao longo dos tempos tenho apanhado algumas bofetadas de orgulho. Mas mesmo lidando com ele, o mesmo não me corrompe. Magoa, deixa marca mas não fica comigo. Também não nos devemos rebaixar a tudo. Tenho o meu amor-próprio. Toda a gente devia ter. Mas reconheço que muitas vezes apaziguo muitas situações que tenha criado ou não. Só para que fique tudo bem. Só porque não consigo viver com novelos mal enrolados. Mas claro, como tudo na vida, há o Limite. Palavra essa tão falada nos últimos tempos. O Limite é até onde arrisco sempre ir. Sei que depois dele há o precipício. Mas mesmo sabendo que o há, avanço muito sorrateiramente até o ver. Até ver, ainda não caí. Mas livre disso também não estou.

' tiraste-me as palavras da boca [e do coração] '

 

Já falta menos de um mês para me candidatar ao ensino superior. E estou cada vez mais "perdida". Isto de decidir um futuro é muito complicado mesmo, agora é que estou a sentir isso. Ando a pesquisar cursos, planos curriculares, saídas profissionais... E às vezes aquilo que pensava que seria um bom curso, vou a ver e tem todas as disciplinas que sei que me iria espalhar ao comprido. Também não quero ir por caminhos muito fáceis, mas sou consciente e sei quais são as minhas capacidades. Ando à horas nisto e ainda só consegui ver 3, dos possíveis cursos, para escolher.
Is not easy.

é muito simples .


Tenho "pressa" de viver e consequentemente ser feliz. Apenas isso.

Modernices .


Pelos meus anos do ano passado, recebi uma moldura digital. Era coisa que já andava a ponderar comprar. Não é que as molduras tradicionais sejam más. Mas há tanta foto que eu queria expor, que não iria dar muito jeito ter montes de molduras a ocupar espaço e para além disso haveria o factor limpar o pó que, das tarefas domésticas, é o que eu detesto fazer. Assim, apenas numa, tenho montes e montes de fotos sempre a passar. Para não falar também nas músicas que dão para pôr e no despertador/relógio que esta já possui. Como já ando a trazer algumas coisas para a minha "nova" residência dos próximos anos, também a trouxe, claro. Já renovei toda a colecção de fotos e músicas. Modernices bem úteis que se inventaram.

são elas a achar e eu também .


Mulher que é mulher pensa com o coração e esquece-se da cabeça. Acredita no amor à primeira vista, à distância (...) Mulher que é mulher acredita que ele ainda lhe vai ligar, que ele ainda se lembra, que ele ainda a quer. Mulheres, todas diferentes mas no fundo, todas iguais. Mulher que é mulher vê a mesma mensagem 50 vezes no mesmo dia para tentar decifrar entrelinhas que não existem. (...) Mulher que é mulher inventa desculpas para si própria quando ele não lhe dá sinais de vida. Talvez esteja a dormir. (...) Sem rede. (...) Talvez se tenha esquecido do telemóvel em casa. Ou talvez até esteja à espera que seja ela a dar o primeiro passo, porque ele está inseguro e não quer dar numa de importado.  Tretas. Talvez ele não fale mesmo porque realmente não quer. Porque não gosta o mínimo dela para sentir a sua falta. Porque já não tem o número dela, não porque o perdeu mas porque o apagou. Mulher que é mulher lembra-se do dia em que se conheceram (...). Mulher que é mulher pede o amor dele às estrelas, às velas, a Deus (...). Mulher que é mulher gosta de escrever o nome dele em todo o lado, mesmo que nunca fosse capaz de o pôr num filho seu. Mulher que é mulher acredita simplesmente no amor, mesmo quando ele não existe e isso é o que todas as mulheres têm comum: acharem que eles olham para elas da mesma maneira que elas olham para eles.

coisas dos filmes #2 .

"Não tenha piedade dos mortos, Harry. 
Tenha piedade dos vivos e, acima de tudo, dos que vivem sem amor."

[Harry Potter and The Deathly Hallows]

mudanças .

Vai sendo altura de começar a pensar nas mudanças, finally. Independentemente de não gostar muito desta cidade, [uma das razões para não me ir candidatar a nenhum curso por aqui] houve bons momentos por cá. Tenho imenso tempo para organizar tudo, uma vez que só me vou candidatar na 2ªfase. Apesar de tudo, vou ter saudades do meu quarto, que por sinal é bem maior que o outro. É um até já. Sim, porque as idas à Blanco só se podem fazer aqui [visto que no outro lado ainda não há tal relíquia]. Ai, só eu sei o quanto adoro esta mudança  :)

por estes dias .


A minha agenda tem andado tão cheia que nem tempo tenho para vir ao pc. E sinceramente não tenho sentido muita falta disto. Não tenho nada de especial falar. Está tudo igual. Só estou um bocado cansada destes últimos dias. Ah, e que a alergia já deu o ar da sua graça novamente. Acho que sou mesmo alérgica ao Sol. Mas nada que uns
Telfast's e uns Aereos não resolvam para aliviar a comichão. Fora isso, vou é aproveitar estes dias de festa aqui na terrinha e dar uso aos vestidinhos, que as noites convidam a isso.

siga outro .


Já sei a data do meu exame de condução [só de pensar que falta tão pouco já estou cheia de nervos!]. Ainda ontem falei com duas amigas e disse a ambas que nunca mais me diziam, na escola, quando era o exame. Parece que o centro de exames me ouviu. Como dizia hoje o instrutor que me deu a aula " Tu é que controlas o bicho, tem calma " . Pois... muito fácil falar... só espero não me calhar daqueles examinadores mal humorados. Ai vida, não sei se este metro e meio aguenta tanta coisa ao mesmo tempo.

felicidade pura .


Depois de muito esforço, depois de muita força de vontade para continuar [mesmo que muitas vezes tenha ido buscar forças não sei bem aonde], depois de muitos nervos e choros... fiz a Matemática! Estou livre dela =) . É mais uma etapa alcançada e nem sabem o alívio que sinto com isso. Hoje levantei-me bem cedo, tomei um banho para depois seguir para a escola para ver o resultado. Não foi preciso. A minha mãe antecipou-se e ligou-me. Chorava tanto, que eu nem percebia nada, se era por não ter passado ou se era da emoção de ter. Confesso que quando desliguei o telemóvel também o fiz. Não estaria preparada para ter outra desilusão. Não saberia mais onde ir buscar a vontade e a força para recomeçar. Mas pronto... Não sei explicar como me estou a sentir. Mais logo vou à escola tratar de tudo para a candidatura ao ensino superior. Ai que felicidade!

Procura por mim
Quando for já logo à noite na praia
Com o sol a derreter-se enfim
Procura por mim
Com o vento por saia
E em lugar de suor o sargaço.

Eu estarei quieto e assim sozinho
Cheio das dúvidas do universo
À tua espera
A desenhar o caminho
Para te escrever em verso
No meu regaço.

O abraço.